Saúde vai além do físico

0
COMPARTILHAMENTOS
59
VISUALIZAÇÕES

É comum escutar por aí que, para ser saudável, é preciso cortar doces, frituras e carboidratos, e ingerir apenas frutas, legumes e verduras. Aposto que você já leu essa informação em alguma revista da moda ou até ouviu de algum profissional da área da saúde, né?

Na grande maioria das vezes, seguir esse padrão alimentar rigoroso e restritivo se torna impossível. É muito comum se propor a começar um regime novo e, logo em seguida, sentir-se frustrado por ter caído na tentação de comer algo “fora da dieta”. Deixa eu te contar um segredo: isso não acontece só com você!

Dietas são insustentáveis e podem ter diversas consequências no futuro. Quando fazemos dieta, olhamos para o alimento apenas como NUTRIENTE. Decidimos excluir o carboidrato aqui, diminuir a gordura ali, esquecer do açúcar, e por aí vai…

O grande problema é que comida não é só nutriente (se fosse, poderíamos nos alimentar por cápsulas ou pó que estaria tudo certo!). Comida também é prazer, cultura, afeto, lembrança, tradição e união. É injusto reduzirmos aquela macarronada especial de domingo a apenas um prato de carboidratos, né?! Tem um significado muito maior.

É por isso que fazer dieta torna-se insustentável. A longo prazo, te deixa obsessivo com alimentação, pode levar a episódios de compulsão alimentar, diminuir o metabolismo e virar um fator de risco para o desenvolvimento de transtornos alimentares. É preciso encontrar o equilíbrio e resgatar a conexão com seu corpo.

Entender os seus sinais de fome e de saciedade, suas emoções e suas crenças ligadas à comida são essenciais para que se tenha uma boa relação com o alimento e com o próprio corpo. Ser saudável é incluir frutas, legumes e verduras na sua alimentação, mas também entender que o bolo daquela festa ou a pizza de domingo são essenciais para a nossa saúde mental.

Julie Soihet

Julie Soihet

Nutricionista formada pelo Centro Universitário São Camilo (CRN-3 54883/P), especialista em Comportamento Alimentar pela Faculdade Gaúcha, aprimorada em Transtornos Alimentares pelo Ambulim/HCFMUSP e Voluntária do Ambulatório de Comer Compulsivo do Ambulim/HCFMUSP. Atualmente, atua em consultório no atendimento de pacientes com transtorno alimentar e/ou que desejam melhorar sua relação com a comida e com o corpo, ressignificando crenças e mitos relacionados à alimentação.

Próximo Artigo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Peça o contato dos especialistas em planos de saúdePeça o contato dos especialistas em planos de saúdePeça o contato dos especialistas em planos de saúde

Dicas sobre planos de saúde

Leia mais

Entre na sua conta abaixo

Preencha o formulário para registrar-se

Recuperar senha

Favor inserir seu usuário ou email para alterar a senha.